sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

A Prefeitura de Brejão convoca os seus moradores e comerciantes, para juntos mantermos nossa cidade limpa.

Uma cidade limpa é sinônimo de bem estar e se torna um ambiente agradável e sadio. A Prefeitura de Brejão vem se empenhando em dar esta qualidade de vida a seus habitantes com coletas diárias do lixo residencial e comercial. No entanto, ai vem o problema, alguns moradores e comerciantes  insistem em jogar o seu lixo nas ruas após a passagem do caminhão da coleta, o que causa transtorno e mau estar para as pessoas que transitam pela nossa cidade e contribui para proliferação de insetos e roedores causadores de inúmeras doenças.

É preciso que a população se conscientize e aja como a maioria, colocando o seu lixo no local e horário apropriado para ser coletado e que os detritos gerados depois da coleta sejam armazenado em suas residências ou comercio até o dia seguinte, desta forma não haverá o transtorno e mau cheiro causado por lixo espalhado nas ruas.

A Prefeitura de Brejão faz este apelo contando com a compreensão de cada um para mantermos a nossa cidade limpa.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

O tamanho da crise.



Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, suspendeu toda programação de carnaval deste ano. O prefeito Elias Gomes justificou a medida alegando a crise financeira que atinge os municípios. 

Por aí se vê o tamanho da crise, que é “braba” mesmo. Se Jaboatão, um município com muitas indústrias e um comércio forte, o segundo de Pernambuco em termos econômicos e em população, é obrigado a uma decisão dessas imagine a situação das cidades pequenas.
Do Blog de Roberto Almeida.

Canhotinho é discriminado pelo governo.

Canhotinho, a 40 km de Garanhuns, está sofrendo discriminação política por parte do Governo do Estado. Pelo menos é o que denuncia o prefeito do município, Felipe Porto (DEM), em carta aberta distribuída com a Imprensa. Segundo o gestor a administração de Paulo Câmara negou uma pequena ajuda para que a cidade pudesse realizar a Festa de São Sebastião, alegando crise financeira, quando liberou recursos de última hora para outros municípios do Estado.

Na eleição de governador, em 2014, Felipe Porto foi dissidente do seu partido e apoiou a candidatura de Armando Monteiro.

Em seu desabafo contra o Governo, o prefeito (sobrinho do deputado estadual Alvaro Porto), ironiza com a “nova política praticada em Pernambuco.

A verdadeira “Nova Política” do Governo do Estado.

Em Canhotinho será realizada a 98ª Festa de São Sebastião no dia 31 de janeiro e 01 de fevereiro. Também é comemorado o carnaval, sendo um dos maiores do agreste pernambucano.

Em virtude da crise financeira que os municípios brasileiros enfrentam, solicitei ao Governo do Estado uma ajuda para os nossos eventos. Me reuni com o Presidente da Empetur, Luiz Eduardo, e por várias vezes com o Vice-Presidente Guilherme. Além de ter tido o contato telefônico com o Secretário Felipe Carreras, porém ficaram jogando de um para o outro, com enroladas e mentiras. Afinal, quem é que manda na EMPETUR? Por fim, foi prometido o patrocínio para as nossas festividades, inclusive, destaque-se, recebi a informação que já estaria autorizado, só faltando a definição dos valores. Após vários dias de ligações, esperas (em uma delas de 14 horas até às 19 horas na Empetur) e viagens ao Recife, eis que recebo a resposta, com o seguinte argumento: “Por questões financeiras Canhotinho não receberá ajuda por parte do Governo do Estado. “ Comunicou o vice-presidente Guilherme, afirmando que a Casa Civil não liberou.

Questiono o argumento. Analisemos: Altinho, de última hora, recebeu a atração nacional Leo Magalhães; Bonito recebeu Israel Novaes, entre tantos e tantos outros municípios. Nada contra os municípios que receberam a ajuda, todos merecem, mas Canhotinho também tem esse direito. O Governo do Estado tem como costume patrocinar FESTAS PARTICULARES, VAQUEJADAS e GRANDES SHOWS que cobram ingressos durante todos esses oito anos e 1 mês de gestão. Ocorre que todos sabem quem são os produtores beneficiados dessas generosas ajudas. Negar apoio a uma festa quase centenária e um dos melhores carnavais do nosso agreste é um verdadeiro absurdo.

Peço atenção redobrada àqueles que detêm a competência para fiscalizar essas arbitrariedades. Qual o motivo de alguns municípios receberem apoio e outros não? Faz parte da nova política patrocinar festas particulares e negar para eventos públicos quase que centenários?

Essa é a falsa “Nova Política” da perseguição.

Encerro afirmando que mesmo com uma grande dificuldade, e sem nenhum centavo do Governo do Estado, alguns amigos irão ajudar, e vou fazer a Festa de São Sebastião e o Carnaval, todos estão convidados.

Felipe Porto
Prefeito de Canhotinho.

Do Blog de Roberto Almeida.

Demissões em São Bento do Una.



A Prefeitura fechou o Núcleo de Assistência Jurídica do município, demitiu os funcionários e suspendeu os serviços das pessoas carentes. “O prédio onde funcionava o núcleo o dono já tomou por falta de pagamento e as pastas e documentos das pessoas que eram assistidas foram todas amontoadas no CRAIS”.

Há notícias também que a prefeita Débora Almeida (PSB) demitiu a única médica que fazia partos em São Bento do Una, Dra. Dea Costa. A profissional publicou o ato no seu Facebook pessoal. Outro médico, Ecio da Silva, também foi afastado.

Após essas demissões o diretor do Hospital Municipal, Dr. Wilky, também entregou o cargo. “Tá o maior rebuliço na cidade por conta dessas demissões”.

Do Blog de Roberto Almeida.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Nota de Esclarecimento à população de Brejão.


Secretaria municipal de Saúde realizará mutirão de exames de tipagem sanguínea.



A secretaria municipal de Saúde de Brejão realizará nesta quinta-feira (22), o mutirão de exames de tipagem sanguínea, o evento acontecerá na Cersope a partir das 08h00min, a ação tem como intuito auxiliar os alunos da escola Professora Ismênia Lemos Wanderley, que terão que saber qual o seu tipo sanguíneo para fornecer a informação na realização das matrículas na escola.

O secretário municipal de Saúde Júnior Siqueira falou sobre a importância do mutirão: “Tendo em vista que todos os alunos da escola Prof.ª Ismênia Lemos Wanderley, precisarão a partir de agora fornecer a informação do seu tipo sanguíneo para realizar a matrícula, nós tivemos a iniciativa de proporcionar por meio da secretaria a realização desses exames para os estudantes, que agora não precisarão se deslocar para laboratórios particulares, proporcionando dessa forma mais facilidade e economia para esses jovens”. Pontuou Júnior.

Prefeitura de Brejão,

Compromisso com o Desenvolvimento.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Seca está mais intensa no Agreste e Sertão pernambucano.


A escassez crônica de água tem atingido moradores de várias cidades do Agreste e do Sertão de Pernambuco. Nas duas regiões, a situação atual está bem pior, em comparação ao mês de janeiro do ano passado. A informação é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), que considera complicada a acumulação hídrica em vários municípios do Estado. Nove deles, segundo a agência, possuem reservatórios em estado de colapso – ou seja, secaram totalmente ou estão com baixos níveis de água. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) também informa que, no Agreste, outras três cidades vivem a mesma situação. Todas estão sendo abastecidas por carros-pipa.

É o quarto ano consecutivo de seca, já sendo considerada a maior dos últimos 50 anos. Em Surubim, Agreste do Estado, está complicada a situação do reservatório Jucazinho, que ainda não entrou em colapso, mas tem preocupado pela baixa no volume total que comporta. “Atualmente, Jucazinho está com apenas 13,7% de sua capacidade, que é de aproximadamente 327 milhões de metros cúbico de água. Em janeiro de 2014, esse percentual era de 33,3%. Essa queda impressiona”, diz o analista de recursos hídricos da Apac, César Augusto Mendonça.

Maior barragem do Agreste, ela abastece os municípios de Caruaru, Riacho das Almas, Cumaru, Bezerros, Gravatá, Passira, Surubim, Casinhas, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Vertentes, Toritama e Salgadinho. “Com o volume atual de Jucazinho, é possível chegar até o fim de setembro sem entrar em colapso, mesmo se não chover. É a partir de outubro que a situação pode se complicar”, diz o diretor regional da Compesa no Agreste, Leonardo Silva. Na região, ele informa que já entraram em colapso as cidades de Alagoinha, Jataúba e Poção.

No Sertão, considerada a região mais vulnerável à falta de água no Brasil, o município em condição mais preocupante é Parnamirim, de acordo com a Apac. Três dos reservatórios que abastecem a cidade estão em colapso: Caiçara, Parnamirim e Abóboras. As três barragens já secaram totalmente. “Se não chover na região até abril, a situação se tornará muito grave”, salienta o gerente de monitoramento e fiscalização da Apac, Clênio Filho.

A barragem de Ingazeira, que abastece o município de Venturosa, no Agreste, também está zerada. “Para a região, os meses de maio a julho são esperados com expectativa pela população, pois é um período em que pode haver maior precipitação. Caso o volume de chuva seja alto, muitas cidades em colapso têm chances altas de sair dessa realidade complicada.”

Sexta-feira, a Apac faz reunião para analisar dados como pressão, temperatura e vento, a fim de apresentar uma previsão em relação às precipitações para os meses de fevereiro a abril. É o período mais chuvoso no Semiárido e que pode definir se a região conseguirá reverter o quadro de colapso.

“Nesse encontro, vamos examinar a qualidade do período chuvoso e, dessa maneira, informar com mais precisão como pode ficar a situação das cidades do Agreste e Sertão”, declara o gerente de meteorologia e mudanças climáticas da Apac, Patrice Oliveira. Segundo a agência, não há previsão de chuva para ambas as regiões até o próximo dia 20.

Zona da Mata e Região Metropolitana do Recife têm um panorama pouco preocupante, segundo a Apac, porque os reservatórios estão com 63% da capacidade, que é de 348 milhões de metro cúbico de água. “Tranquiliza o fato de o nível da Barragem de Pirapama estar satisfatório, com mais de 90% de sua capacidade”, afirma Clênio Filho.

O panorama pode complicar-se devido ao estado de alerta do reservatório Botafogo, em Igarassu, que só tem 20% do volume de água que pode armazenar. O percentual baixo na capacidade total da barragem levou a Compesa a intensificar o racionamento no Grande Recife. Municípios como Olinda, Paulista, Igarassu e Abreu e Lima já são afetados pelo rodízio de dois a três dias sem água. A estratégia tem sido adotada para recuperar os níveis dos mananciais e evitar que cidades do Grande Recife entrem em colapso.

JC online.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Festa de Reis 2015.


A Festa de Reis de 2015 superou os críticos de plantão e quem teve o prazer da sair do sofá e ir à praça, assistiu a uma festa realizada com um orçamento bastante reduzido, sem apoio da EMPETUR e FUNDARPE que são órgãos vinculados ao Governo do Estado, más mesmo assim o Prefeito Ronaldo Ferreira conseguiu realiza-la sem baixar a sua qualidade.

Mostramos que com “Prata da Casa” pode-se fazer a alegria da multidão. Foi o caso do nosso amigo Anthony Cesar e seu irmão, sempre renegados em sua cidade, más que pela terceira vez consecutiva participaram da festa de Reis e mostraram todo o seu talento. Anthony Cesar, hoje, é um dos integrantes da Banda Calypso, cantando junto a Joelma e Chimbinha – o cara tem talento.

A Festa de Reis de Brejão em sua terceira edição na administração Ronaldo Ferreira teve no domingo (04), as atrações: Farra dos Playboys, Mourinha do Forró e Forrozão das Antigas e na segunda (05) Anthony Cesar e Edu e Maraial. A Prefeitura de Brejão, através do seu prefeito, agradece a todos que participaram da festa e de modo especial aos patrocinadores, Polícia Militar de Pernambuco, Polícia Civil e a Fênix - Grupo de Segurança Privada e a todo o povo, que de forma ordeira, soube se divertir. 

sábado, 3 de janeiro de 2015

Beneficiários do Bolsa Família têm até dia 16 para atualizar cadastro.


Beneficiários do Bolsa Família que receberam aviso no extrato de pagamento devem atualizar os dados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal até o dia 16 de janeiro. A atualização deve ser feita com documentos pessoais e dos demais integrantes da família.

Quem recebeu o aviso e não atualizar as informações poderá ter o beneficio bloqueado a partir de fevereiro. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome, até novembro, dos 1,2 milhão de beneficiários que devem recadastrar os dados, 709,7 mil haviam procurado os gestores do programa para a atualização.

A revisão é feita todos os anos com foco nos beneficiários que não atualizam os dados no Cadastro Único há mais de dois anos. Quem não recebeu o aviso no extrato de pagamento está com as informações em dia.

Todos os beneficiários do programa devem atualizar o cadastro voluntariamente a cada dois anos ou a cada vez que nascer um filho, houver mudança de escola, alteração no endereço residencial ou qualquer informação relevante.

Além do Bolsa Família, a falta de atualização do cadastro implica perda de outros benefícios, como a tarifa social de energia elétrica.

Da Agência Brasil.

111ª Festa de Reis de Brejão.


Estamos começando, neste domingo (04), a nossa Festa de Reis. Os municípios, Estados e até mesmo o País, passam por momento de dificuldades financeiras, o que prejudica diretamente os projetos dos governantes, e porque não dizer as festas.

Um exemplo bem claro foi o Distrito Federal que resolveu fazer a festa de virada de ano apenas nos últimos dias de dezembro cortando inúmeras atrações e diminuindo o tempo da apresentação pirotécnica, más não deixou de fazer a festa. E por se falar em festa de final de ano, tivemos, com iniciativa dos comerciantes da nossa querida Brejão, uma noite de muita alegria, nesta quarta-feira (31), dedicada ao nosso povo por comemoração da virada de ano.

Estamos realizando a 111ª Festa de Reis, dentro das possibilidades do município e procurando levar a todos que se fizerem presentes nas noites dos dias 04 e 05 boas atrações e diversão para marcar esta que é uma das maiores festas religiosas da nossa região. 

Revista Veja aponta novamente Armando Monteiro entre os melhores do Congresso Nacional.


Pelo segundo ano consecutivo o senador Armando Monteiro é apontado pela Revista Veja como um dos melhores parlamentares do Brasil. Único senador do Congresso Nacional a receber a nota 10 por seu mandato em 2013, Armando surge novamente este ano como o parlamentar de destaque na pesquisa "O Ranking do Progresso", realizado pela Revista Veja em parceria com o Núcleo de Estudos sobre o Congresso (Necon), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Em 2014, Armando figura como o terceiro melhor senador do País, com a pontuação de 9,32. O primeiro parlamentar na colocação é o senador por Sergipe, Eduardo Amorim (PSC), que alcançou a nota máxima (10) e o segundo lugar ficou com o senador pelo Rio de Janeiro, Lindbergh Farias (PT), que obteve 9,53.

Na publicação especial de final de ano, que chega às bancas esta semana, a Revista Veja explica que os critérios para a elaboração do Ranking do Progresso levam em conta as ações de parlamentares que contribuem para um país mais moderno e competitivo. São considerados eixos fundamentais a atuação em prol de uma carga tributária menor, mais infraestrutura, melhor gestão do gasto público, educação e combate à corrupção, entre outros pontos.

Ministério e balanço do mandato - O reconhecimento pela qualidade do mandato de Armando Monteiro surge poucos dias antes dele assumir o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), no segundo governo da presidente Dilma Rousseff.

Armando tem destacado que o MDIC será “ponta de lança” do processo de reativação da atividade econômica, com medidas que darão maior competitividade às empresas.

Ele defende que a retomada do crescimento econômico deve ter por base a indústria, por se caracterizar como setor que gera inovação tecnológica e emprego de qualidade.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Dez atitudes positivas para o ano que começa.




Veja as orientações para começar o ano de 2015 com mais saúde, disposição, bem-estar e qualidade de vida.

Todo início de ano as pessoas costumam traçar novos projetos e refletir sobre as conquistas e dificuldades do ano que passou. Se a intenção é começar 2015 de forma diferente, é preciso, muitas vezes, mudar as atitudes para alcançar melhores resultados, seja para obter mais saúde, mais qualidade de vida, maior desenvolvimento profissional ou até mesmo um respiro nas finanças. Confira as orientações de especialistas.

1.         Trace os objetivos para o próximo ano. Lance as metas profissionais, afetivas, financeiras e familiares no papel e escreva ao lado quais atitudes pretende adotar para atingi-las. “Não é para anotar, colocar no fundo da gaveta e esquecer por lá. É preciso lembrar sempre que para conseguir as coisas têm que haver esforço, investimento e dedicação”, diz o terapeuta comportamental Fábio Caló, psicólogo do Instituto de Psicologia Aplicada (Inpa). De tempos em tempos, reveja as metas e confira se as atitudes estão condizentes com o que tinha planejado.

2.         Divirta-se mais. Procure sair de casa e aproveitar as sextas e sábados livres. Por isso, nada de recusar o pedido de amigos para bater papo. Aceite também aqueles convites para festas de pessoas que não tem tanto contato. Esta é sempre um boa oportunidade para conhecer gente nova e aumentar o círculo de amizades.

3.         Frequente lugares diferentes. Procure ambientes que não costuma ir, mas que partilhem dos mesmos valores e gostos que o seu. Assim, você terá mais chances de ampliar o número de amigos e, quem sabe, conhecer pessoas com as quais possa vir a ter um relacionamento.

4.         Cuide mais do corpo e da mente. Faça exercícios físicos, pratique esportes e procure tratamentos de saúde e beleza que achar necessários. Também preste atenção no que anda lendo e assistindo. Faça uma lista com sites interessantes, filmes construtivos e livros que vão acrescentar conteúdo e coisas positivas na sua vida pessoal.

5.         Adote atitudes menos preguiçosas. Se não tem pique ou falta tempo - e vontade - para frequentar uma academia ou praticar um esporte, tenha, pelo menos, ações mais dinâmicas ao longo do dia. Ao invés de estacionar na frente do trabalho, pare o carro a duas quadras. Use as escadas ao invés do elevador para chegar ao apartamento. “Parece besteira, mas vale a pena. A gente acaba gastando mais energia, mesmo com pequenos hábitos. Nosso corpo tem que ficar sempre em movimento”, recomenda a educadora física e personal trainer Gisely Machado.

6.         Alongue-se todas as manhãs. Antes de sair da cama, dê uma boa espreguiçada e dedique cinco minutos antes de levantar a exercícios para ganhar flexibilidade. Deitado na cama abrace os dois joelhos em direção ao peito, para alongar a lombar. Depois, abra os braços e deixe os joelhos caírem para um dos lados e permaneça assim por alguns segundos. Repita o movimento para o outro lado. Exercícios como estes aliviam a sensação de tensão e deixam o corpo mais flexível.

7.         Cuide mais do seu coração. As doenças cardiovasculares matam 17 milhões de pessoas ao ano em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Uma medida simples que pode ser adotada para contribuir com um coração mais saudável é diminuir a quantidade de sal na comida. “Devemos consumir em torno de 5 gramas por dia”, explica o médico Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração (HCor). Ele também recomenda reduzir o consumo de alimentos industrializados e aumentar a ingestão de frutas, legumes e verduras.

8.         Faça um check-up. Aproveite o início de ano para ver se está tudo certo com o corpo. Busque um bom profissional competente e realize exames de sangue, urina, teste ergométrico, ultrassom abdominal, raio-X de tórax etc. Faça o acompanhamento médico regularmente e siga as recomendações para ter uma vida mais saudável.

9.         Invista na carreira. Faça uma pós-graduação ou um curso de especialização em uma área que goste – mesmo que isso signifique mudar o foco profissional. Se o dinheiro estiver mais curto, procure cursos gratuitos ou até mesmo aulas a distância, que geralmente custam mais barato. O importante é procurar se reciclar e aprender coisas novas.

10.      Cuide melhor do seu bolso. Se a vida financeira precisa melhorar, é hora de repensar os gastos. De acordo com José Roberto Savoia, professor de Finanças da USP, é importante analisar a renda familiar antes de iniciar qualquer novo projeto. Comece colocando no papel todas as despesas fixas e variáveis previstas para o ano. A conta é simples: se os custos mensais forem maiores que a entrada de dinheiro, é hora de cortar gastos para não passar 2015 no vermelho.

Por Alessandra Oggioni, especial para o iG.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

2015: ano para se pensar positivo.




Nós que fazemos o Blog Informativo de Brejão desejamos aos nossos leitores um “FELIZ E ABENÇOADO 2015” e que continuemos com a nossa parceria no decorrer destes 365 dias que se iniciam.

Listamos 30 itens que devemos aprender a seguir para termos uma vida alegre e saudável e fazermos de 2015 o nosso ano:

- Recarregue-se: está provado, o contato com a natureza torna as pessoas mais felizes. Sempre que puder, viaje para a praia ou campo. Se não der, dê um pulo até o parque.

- Brinque: entre na bagunça da criançada, pinte e borde. Sujar-se de tinta e mexer com argila são atividades ótimas contra a rigidez.

- Coloque-se no lugar dos outros: está provado que a compaixão nos torna mais felizes.

- Goste do que faz: se não estiver contente no trabalho, melhor procurar outro. Vale mais ficar um tempo desempregado do que ter um emprego ruim.

- Desconecte-se: desligue a TV, o computador e o celular para limpar a própria frequência e conectar-se com as coisas simples da vida.

- Caminhe: 15 minutos de caminhada são suficientes para transformar o humor, os especialistas garantem.

- Durma: o sono é revigorante e considerado um elixir da longevidade. É bom para a saúde e para a criatividade.

- Relaxe: invista em massagens e em atividades que aliviam a tensão, como a ioga ou mesmo um encontro com amigos.

- Esqueça do mundo: seja preguiçoso de vez em quando, sem se sentir culpado.

- Extravase: não se leve tão a sério nem se preocupe demais com as coisas.

- Cultive amizades: manter os laços afetivos não custa nada e é garantia de uma vida mais feliz.

- Ocupe-se: pessoas ativas e sociais são mais saudáveis e felizes.

- Curta-se: seja uma boa companhia para si mesmo e apreenda ser feliz sozinho sem depender do outro.

- Namore muito: ter uma vida afetiva e sexual saudável é a base do equilíbrio emocional, mental e físico. Além de uma fonte de felicidade, o sexo ainda faz bem para a pele.

- Aventure-se: experimente realizar uma daquelas loucuras que você sempre quis fazer, mas não teve coragem. É libertador vencer o medo.

- Pense positivo: você pode escolher seus pensamentos, então opte pelos melhores.

- Viva: experiências valem muito mais do que objetos materiais, estudos apontam.

- Gargalhe: o riso é um santo remédio para levantar o astral, elevar o amor próprio e dar aquela desopilada.

- Solte tudo: permita-se sentir as emoções. Chore quando necessário e limpe a alma.

- Esbalde-se: coma de joelhos aquele prato ou sobremesa que você ama, sem se preocupar com a balança. No dia seguinte, você retorna à dieta.

- Cuide bem de seu corpo e mente: fazer esportes e cuidar da alimentação elevam a autoestima. Gostar de si é o primeiro passo para os outros também gostarem de você.

- Bem como de seu espírito: tenha o hábito de expressar sua gratidão pela vida. Agradecer acalma o coração e a mente.

- Quebre a rotina: mude os trajetos, surpreenda as pessoas e faça passeios que não estavam programados. Ajuda a aliviar o estresse.

- Cante e dance: 'quem canta seus males espanta', já dizia o velho ditado. Solte a voz e o corpo sem medo de ser feliz.

- Alimente a alma: mantenha a sua programação cultural em dia. É divertido e ajuda a reciclar as ideias.

- Dedique-se à família: passar mais tempo ao lado dos parentes aumenta a nossa felicidade, revelam pesquisas.

- Viva o presente: o passado e o presente não existem. Não adiantará de nada ficar remoendo o que passou, tampouco se angustiar com o que virá.

- Celebre: até as pequenas conquistas devem ser comemoradas com entusiasmo. É um combustível para os novos desafios.

- Desapegue-se: doe roupas que estão paradas no seu guarda-roupa. Ajuda a circular a energia e dá lugar para o novo.


- Medite: o objetivo da meditação é a felicidade e a paz interior. Estabiliza a mente e nos liberta de angústia e sofrimento.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Analistas avaliam novos ministros como garantia de governabilidade para Dilma.


A preocupação com a composição do próximo Congresso Nacional foi um dos principais elementos para escolha dos novos ministros, segundo o cientista político Ricardo Ismael, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Apesar do PT e do PMDB terem as maiores bancadas, também cresceram partidos como o PSD, de Gilberto Kassab, escolhido para o Ministério das Cidades, e o PRB, de George Hilton, contemplado com a pasta do Esporte.

De acordo com a análise de Ismael, desde as primeiras nomeações, a presidente tem buscado dialogar com vários setores da sociedade. Segundo ele, isso ficou claro com as indicações de Joaquim Levy para a Fazenda, de Armando Monteiro para o Desenvolvimento, Indústria e Comércio e de Nelson Barbosa para o Planejamento. "Foi uma tentativa de atender o mercado financeiro, sinalizando mudanças na politica econômica. Com os 13 ministros, a preocupação foi na mesma linha, contemplando a base aliada, sobretudo o PMDB, que ficou com seis pastas”, analisou.

Para João Feres Júnior, professor de pós-graduação do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp), é natural que políticos sejam escolhidos para altos cargos no governo. Segundo ele, esta é uma forma de tentar diálogo mais próximo com representantes eleitos para o Congresso e garantir que as propostas do Planalto sejam aprovadas pelo Legislativo.

“O presidente da República tem uma autonomia limitada. Várias das politicas públicas do Executivo têm de ser aprovadas na forma de lei. Para uma lei ser aprovada, precisa passar pelo Parlamento. Então, a presidenta tem de ter aliados lá”, comentou João Feres. Segundo o cientista político, a Presidência da República apresenta mais projetos de lei que deputados e senadores, mas precisa tratar com eles.

“No sistema presidencialista, o conteúdo do governo tem de ser negociado constantemente com o Legislativo. A presidenta não escolhe notáveis em cada área e os coloca nos ministérios. O gabinete ministerial reflete o acordo com a base parlamentar, uma articulação com a maioria do Parlamento”, acrescentou. “Política é uma arte complicada. É correr no fio da navalha”, ressaltou.

Embora muitos nomes não agradem eleitores mais à esquerda do PT, Luciana Veiga, professora de Ciência Política da Universidade Federal do Paraná, lembrou que Dilma venceu representando uma coligação da qual ficaria dependente. “Não podemos pensar em desvirtuamento do voto. Pressupõe-se que os eleitores sabiam que era uma coligação sustentada pelos votos do Parlamento, que, na Câmara, ficaram divididos entre PT e PMDB”, acentuou.

Luciana acredita que, com cenário econômico mais apertado, sob influência das investigações da Operação Lava Jato, o segundo mandato será de negociação constante entre as forças que elegeram a presidente. “Há os eleitores de esquerda que, na reta final, viabilizaram a eleição. Mas eles não são maioria entre os eleitores de Dilma. Pensando fria e estrategicamente em termos eleitorais, são eles os últimos a deixarem de votar no PT em uma eventual disputa contra o PSDB.”

A professora da UFPR acrescentou que a escolha por políticos foi pensada para garantir a governabilidade, diante das incertezas econômicas e do cenário político. “Vão os anéis, mas ficam os dedos. Tem de negociar. Se ela fizer birra agora, cai na armadilha de negociar votação por votação. Sabemos como isso fica caro”, disse, referindo-se, por exemplo, ao trâmite tumultuado do decreto criando a Política Nacional de Participação Social (PNPS).

A análise de João é semelhante. Ele sugere que os setores descontentes com as indicações devem cobrar a presidenta por terem sido decisivos na reta final da campanha. “Os movimentos sociais têm de cobrar a dívida, enquanto o papel da presidente é governar”, justificou.

JC Online.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

10 lições que você pode aprender com os salmos da Bíblia.




Escritos milenares contêm ensinamentos que podem ser úteis a todos, pregando valores como humildade, respeito às diferenças e até cuidado com a natureza, veja.

Bíblia: livro dos Salmos foi escrito para responder aos principais questionamentos humanos
O mundo muda, a tecnologia avança, civilizações inteiras são extintas. Mesmo com tanto progresso, as principais aflições humanas parecem permanecer as mesmas ao longo da história. Será que estou trilhando o caminho certo? Quanta riqueza preciso para viver bem? Qual o segredo da felicidade? É justamente em busca de respostas para questões como estas que o Livro dos Salmos foi escrito.

“Os salmos narram as mesmas histórias contidas na sagrada escritura, mas de uma maneira mais poética, em outro gênero literário”, esclarece dom Hildebrando, monge beneditino do Mosteiro de São Bento, em São Paulo. O conjunto de 150 escritos, que data de 1500 a.C a cerca de 500 a.C., contém as principais orações das religiões judaico-cristãs. É através delas que o fiel dialoga com seu deus.

“Os salmos mostram o homem sentindo a necessidade de agradecer, mas também de lamentar, de formular o seu grito em meio ao sofrimento”, explica Matthias Grenzer, professor de teologia da PUC-SP. Originalmente cantados, os salmos representam uma característica inerente ao ser humano: quando o homem se sente amargurado ou radiante de felicidade, ele canta. Veja a seguir 10 lições que você pode extrair dos salmos bíblicos:

1. Leve a vida com humildade

Salmo 103:6 - “O Senhor faz justiça e juízo a todos os oprimidos.”

A ideia aqui é que devemos viver com humildade, independentemente de status ou classe social. “(o Salmo 106) Fala sobre um deus que está nas alturas, no mais alto dos céus, mas que sabe agachar-se para ir ao encontro dos mais necessitados aqui na Terra”, explica o professor Matthias Grenzer. Segundo o especialista, a preocupação com as pessoas necessitadas é um dos elementos mais marcantes da tradição judaico-cristã. 

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Prestes a deixar Palácio, João Lyra questiona liderança de Paulo Câmara: sem trajetória.

A duas semanas de deixar o Palácio do Campo das Princesas, o governador João Lyra Neto (PSB) questionou a capacidade de liderança do sucessor, o governador eleito Paulo Câmara (PSB), durante a entrevista de final de ano concedida ao Blog de Jamildo e ao Jornal do Commercio; disse que o processo de escolha de Câmara como candidato foi equivocado e alegou que Paulo não poderá depender da história do ex-governador Eduardo Campos.

“Eu não acredito em substituição de liderança. E nem que o cargo faz da pessoa líder”, cravou o atual governador durante a conversa de uma hora e meia concedida em seu gabinete, no primeiro andar do Palácio. “Eduardo Campos tinha o legado ideológico do Dr. Arraes e passou trinta anos até ser governador. A começar como chefe de gabinete, deputado estadual, secretário duas vezes, deputado federal e ministro de estado. Então tinha uma trajetória, diferentemente do governador Paulo Câmara. Ele surgiu em um momento em que tinha Eduardo Campos como líder”, afirmou.

Lyra foi vice de Eduardo Campos durante mais de sete anos. Apoiou o ex-governador, falecido em agosto, quando ele amargava 3% das intenções de voto nas pesquisas, em 2006. Como vice, foi um aliado fiel e, por isso, até o início de 2014, acreditava ser o candidato natural à sucessão estadual. “Todos os governadores eleitos – com exceção de Eduardo Campos, que substituiu essa trajetória porque foi ministro -, ou foram vice-governadores ou prefeito do Recife. Sem exceção, ganhando ou perdendo a eleição”, diz.

Nos bastidores, o que se comenta é que Lyra teria ficado magoado ao ser preterido por Câmara. Questionado, ele nega, mas não deixa de criticar o processo de escolha da candidatura de Paulo por Eduardo, que na época buscava um nome jovem com condições de representar a tese de “nova política” que seria adotada na campanha presidencial.

“O que aconteceu na decisão? A forma foi equivocada do governador Eduardo Campos. Deveria ter feito uma ampla discussão na escolha do candidato. Então, não houve essa discussão. Eu vim saber no dia em que Paulo Câmara foi anunciado. E disse a ele numa conversa reservada. Houve um equívoco. Mas isso foi praticado por Eduardo Campos como líder do partido e líder do Estado”, confessa.

“Aí aconteceu a tragédia. Vamos ter que construir ou reconstruir essa liderança. E tem que ser conquistada pelo líder. Não pode ser delegado: fulano vai ser meu substituto. Não existe isso. Dr Arraes não disse que Eduardo ia ser seu sucessor. Apenas Eduardo conquistou através de sua trajetória a condição de ser o líder do PSB estadual e nacionalmente”, afirma ainda. Durante a campanha, mais de uma vez, o filho de Eduardo, João Campos, pediu voto para Paulo Câmara dizendo que ele teria sido escolhido pelo pai para ser o novo líder de Pernambuco.

Desde a morte de Eduardo Campos, Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, têm se cacifado como os principais líderes do PSB em Pernambuco, apesar de serem técnicos sem muita experiência política. João Lyra, por outro lado, faz questão de dizer que a liderança do partido no Estado ainda precisa ser construída e que não basta ser prefeito ou governador para comandar a legenda.

“São dois cargos importantes. Duas pessoas respeitadas. Mas vão ter que construir suas lideranças”, lembrou. “O líder tem os liderados independentemente do cargo. O cargo fortalece. Quem vai ser o líder futuro do PSB? Sinceramente, só o tempo vai dizer”, disse.

Perguntado se Paulo Câmara precisa descolar sua imagem da do ex-governador Eduardo Campos após assumir o mandato, o caruaruense alertou que a gestão de Câmara precisa estar descolada da história deixada pelo padrinho político.

“Sabe qual a questão? Eduardo foi um  governador que encerrou tragicamente sua trajetória. Ele faz parte da história. A realidade para Paulo Câmara como governador vai começar 1º de janeiro”, avisa o caruaruense.

“Conselho não se dá, mas desejo que ele cumpra todos os compromissos assumidos durante a campanha. Independentemente da equipe que convocou. Ele tem um compromisso: com o povo pernambucano. Ele vai ser julgado pelo seu governo”, deixou o recado.

POR PAULO VERAS EM NOTÍCIAS.

domingo, 21 de dezembro de 2014

Fernando Bezerra Coelho diz desconhecer denúncias de ex-diretor da Petrobrás.


Senador eleito pelo PSB teria intermediado o envio de R$ 20 milhões para a campanha de Eduardo Campos de 2010, segundo jornal paulista.

O senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB) afirmou ontem, durante cerimônia de diplomação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que desconhecia as acusações feitas pelo ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa e citadas no jornal O Estado de São Paulo.

Segundo o jornal, Bezerra Coelho foi o intermediário do pagamento de R$ 20 milhões que teriam sido feitos para à campanha de 2010 à reeleição do ex-governador Eduardo Campos, falecido em agosto.

O senador eleito disse desconhecer a publicação do assunto. “Eu não vi isso hoje (ontem) não”, disse. “Não tenho nada a declarar. O que eu tinha a declarar a respeito eu já afirmei, eu já reiterei. Não tenho absolutamente nada a ver com esse episódio e quando, de fato, o Ministério Público Federal e o Supremo Tribunal Federal se pronunciarem sobre isso, tudo será esclarecido”, acrescentou.

A assessoria de imprensa do senador eleito enviou uma nota informando que ele não atuou como tesoureiro ou coordenador da campanha de 2010 e que “nunca tratou de doações à campanha com quem quer que seja”. O texto diz, ainda, que Fernando Bezerra Coelho manteve contato com Paulo Roberto Costa quando era secretário de Desenvolvimento do Estado, mas que “foram tratativas sempre institucionais, de interesse do Estado”.

Sobre as declarações feitas pelo jornal O Estado de São Paulo contra Eduardo Campos, coube ao governador eleito Paulo Câmara (PSB) rebater. “É uma citação que não tem nenhuma prova, nenhum fato. Eduardo foi um defensor das investigações profundas no âmbito da Petrobrás e estou consciente que Eduardo fez um grande governo, foi um grande brasileiro, que trabalhou com muita seriedade e honestidade e a gente vai ter o momento certo, a partir do momento em que for necessário, mostrar que Eduardo queria um Brasil melhor e combatia como poucos a corrupção”, disse.

A matéria do jornal paulista cita, ainda, que o senador Humberto Costa (PT) também teria recebido R$ 1 milhão para o caixa da campanha de 2010. Quando o assunto veio à tona, na segunda quinzena de novembro, o petista afirmou, através de nota, que não pediu “qualquer doação de campanha” a Paulo Roberto Costa. À época, o senador disponibilizou a abertura dos sigilos bancário, fiscal e telefônico para os órgãos de investigação.

Em outubro, o ex-presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, falecido em março deste ano, também foi citado pela Folha de São Paulo como um dos beneficiários do esquema de propina da Petrobrás. Em 2010, Guerra teria pedido R$ 10 milhões para encerrar a CPI da Petrobrás, iniciada um ano antes.

Mariana Araújo – Folha de São Paulo.


Em Pernambuco está difícil se fazer um filme: só tem mocinho. Nenhum bandido!?...

sábado, 20 de dezembro de 2014

Programação da 111ª Festa de Reis de Brejão.


Fábulação Tucana


O PSDB vive em uma quimera. Nesta quinta-feira (18), pouco tempo antes da cerimônia de diplomação da presidenta Dilma Rousseff e do vice Michel Temer, o partido foi ao TSE pedir a cassação do registro da candidatura deles, reeleitos democraticamente em 26 de outubro deste ano.

Para completar, solicitaram que o candidato derrotado à presidência da República, Aécio Neves e o vice Aloysio Nunes, fossem diplomados no lugar.

O presidente do TSE, Dias Toffoli, durante o evento, garantiu que "não haverá terceiro turno" nessas eleições.

"As eleições de 2014, para o Poder Judiciário, são uma página virada. Que especuladores se calem. Já conversei com a Corte, e esta é a posição inclusive do nosso corregedor-geral eleitoral, com quem conversei, e de toda a composição. Não há espaço para, repito, terceiro turno que possa cassar o voto destes 54.501.118 eleitores", ressaltou.


Aécio virou piada.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Noite de festa para os formandos 2014 da EREM Ismênia Lemos Wanderley.


Uma festa muito bonita contemplou os formandos de 2014 da Escola de Referência Ismênia Lemos Wanderley. A solenidade foi nesta quinta-feira (18), na quadra poliesportiva da cidade que com a ornamentação nada deixou a desejar aos melhores salões de recepção de nossa região.

Além dos formandos e seus familiares também estavam presentes, prestigiando a festa, o Prefeito Ronaldo Ferreira, Secretários Municipal, o Diretor da 5ª GREAM – Professor Paulo Lins que fez uso da palavra para parabenizar os formandos e ressaltar o grande trabalho do Diretor da Escola o Professor Paulo Moraes enfatizando que a EREM Ismênia Lemos Wanderley ficou em 2º lugar no Agreste Meridional no BDE – Bônus de Desempenho Educacional. A avaliação foi feita com dados referentes ao ano de 2013, ano em que assumiu a Diretoria da Escola o Professor Paulo, e foi com o grande empenho deste profissional do ensino, junto aos alunos, que a Escola conseguiu esta honrosa colocação.

Fotos.


Treze faculdades reprovadas em Pernambuco.Tenha cuidado ao escolher a sua!


Treze faculdades pernambucanas tiveram desempenho insatisfatório no Índice Geral de Cursos (IGC), indicador de qualidade calculado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação. Tiraram nota 1 ou 2, as mais baixas. A nota mais alta, 5, não foi alcançada por nenhuma instituição do Estado. Os dados foram divulgados ontem e estão disponíveis no Diário Oficial da União.

O IGC é calculado anualmente. Para chegar a ele, o Inep considera, entre outros fatores, a nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), a infraestrutura da faculdade e a avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). Faz parte ainda do indicador a média do CPC do ano observado e dos dois anos anteriores.

As três universidades federais – UFPE, UFRPE e do Vale do São Francisco (Univasf) – tiraram nota 4 no IGC. Com essa mesma nota ficaram duas instituições particulares: a Faculdade Nova Roma, do Recife, e as Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão (Faintvisa), na Zona da Mata.

Lista de delator da Petrobras cita nomes de 28 políticos, diz jornal.

Na lista dos partidos, estão deputados, senadores, um governador e ex-governadores do PT, PMDB, PSB, PSDB e PP.

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa listou o nome de 28 políticos supostamente envolvidos no escândalo na estatal durante cerca de 80 depoimentos em âmbito de delação premiada na Operação Lava Jato, ocorridos entre agosto e setembro, segundo o jornal "O Estado de S. Paulo".

De acordo com a reportagem, a lista de políticos envolvidos no esquema inclui um ministro e ex-ministros do governo Dilma Rousseff (PT), deputados, senadores, um governador e ex-governadores. Na relação constam nomes de parlamentares da base aliada do governo e da oposição. Na lista dos partidos estão PT, PMDB, PSB, PSDB e PP.

Veja abaixo os nomes presentes na lista de Paulo Roberto Costa, segundo o jornal:

PSB

Eduardo Campos - governador de Pernambuco de 2007 a 2014 (morto em 2014)

PSDB

Sérgio Guerra - presidente nacional do PSDB de 2007 a 2013 (morto em 2014)

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Dia do Desafio - Você se mexe e o mundo mexe junto.


Nesta quinta-feira (18), o Prefeito Ronaldo Ferreira recebeu das mãos da Senhora Cleonice Vaz Santos – Gerente do SESC Garanhuns e do senhor Rodrigo Couto Supervisor de esportes, o Certificado de Mérito Comunitário pela realização do Dia do Desafio 2013 e 2014, campanha mundial de incentivo à prática de esporte, atividade física e a adoção de hábitos saudáveis.

No dia do desafio nos anos de 2013 e 2014 Brejão participou da competição entre cidades e mobilizou o maior número de pessoas para a prática de esportes e atividades físicas. Foi considerada vencedora por conseguir o maior percentual de participantes, em relação ao seu número de habitantes.

Iniciativa: TAFISA – The Association For International Sport for All;
Coordenação: Sesc;
Realização: Prefeitura Municipal de Brejão;
Apoio: ISCA – International Sport And Culture Association e UNESCO;
Uma Ação para o: Move Brasil.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Campanha de desarmamento.

A Prefeitura de Brejão em parceria com a Polícia Militar de Pernambuco estará disponibilizando a população um ponto de coleta para armamento. Caso você tenha em casa uma arma e queira participar da Campanha de Desarmamento entregue-a no posto de coleta que estará localizado na Praça Vereador José Augusto Pinto nesta sexta (19) e sábado (20) das 08h00 as 17h00.

Para a entrega da arma não precisa se identificar nem informar a origem da mesma e ainda você será bonificado com valores que variam de R$ 150,00 a R$ 450,00 de acordo com o tipo da arma.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Caminhada da Limeira.


Escondido aos olhos de quem passa pelas rodovias e estradas vicinais que cortam Brejão, estão belezas naturais que só são vista por quem se aventura em caminhadas, deixando as estradas e percorrendo trilhas por entre pastagens e matas, passando por baixo de cercas e subindo ou descendo ladeiras que a primeira vista parecem intransponíveis. Esta é a essência da aventura para quem se habilita a participar destes passeios em grupo que estão sendo organizados pelo Secretário Adjunto de Cultura Cesar Monteiro.

Neste domingo (14), fizemos a Caminhada da Limeira, saindo da Churrascaria 2 Irmãos as margens da Rodovia PE 218 seguindo entre trilhas até o Pesque e Pague São Luiz que é um ponto turístico do nosso município.